Software livre, India e edução podem dar uma boa mistura


frase-steve-jobs

Gujarat é um dos 28 estados da Índia, sendo um dos estados mais desenvolvidos deste país. Gujarat possui uma área de 196024 km² e cerca de 60 milhões de habitantes (dados de 2011), só para efeito de comparação, o estado de São Paulo tem 248222 km² e cerca de 44 milhões de pessoas (dados de 2013).

E o que tem isso a ver com Software Livre e educação? O fato é que um projeto chamado Li-f-e MATE, um live DVD baseado no OpenSuse 13.1 e o desktop MATE, está sendo usado nas escolas de Gujarat – Índia, para ensinar computação aos jovens estudantes.

Segundo um post no site do OpenSuse, apartir do 9º ano escolar  eles começam a aprender ferramentas de computação que vão desde usar o Libre/OpenOffice até programação em C e Java. Não sei como funciona exatamente a grade escolar deles, mas pelo que está descrito é mais ou menos o padrão adotado hoje no Brasil e ficou assim.

  • 9º ano aprendem a usar o Libre/OpenOffice.
  • 10º ano os alunos aprendem a mexer com linha de comando e Shell Script.
  • 11º e 12 º anos os alunos aprendem C, Java, JavaScript e HTML.

O Li-f-e MATE ainda traz o Synfig Studio que é um software de animação 2D open source que pelo visto também esta sendo usando nas escolas, de resto é uma distribuição Linux normal e para quem não sabe o que é o MATE, ele é um desktop baseado no  Gnome 2, porém possuindo compatibilidade com as novas tecnologias, mantendo-se simples e rápido.

Gosto de iniciativas que visam ensinar computação e principalmente programação nas escolas, pois aprendendo programação e lógica elas aprendem a pensar de fato em resolver problemas de uma forma melhor. É claro que aprender a programar  não é um remédio que serve para tudo, porém porque não ensinar programação ao invés de religião ou educação moral e cívica nas escolas, uma vez que é imensamente melhor ensinar alguém a pensar do quê a obedecer, fazer à repetir apenas. Infelizmente os governos preferem eleitores burros.

[fonte: Opensuse]

Revista Espirito Livre nº 33.


Saiu revista digital Espirito Livre nº 33  e com ela várias previsões relacionadas ao mundo do Software Livre para 2012.

Sera este o ano do Linux? O mundo vai acabar mesmo?

A revista Espirito Livre é gratuita e pode ser baixada e distribuída livremente.

Cliquem na imagem para fazer o download.

Clique para baixar a Espirito Livre nº 33

 

Jornal da Globo: Não falou do Linux, denovo!


É sempre bom ver a mídia escrevendo e mostrando matérias sobre tecnologia, internet e afins.
No Jornal da Globo foi aberto um espaço importante para os assuntos relacionados a tecnologia e seus efeitos na sociedade espero que seja bem aproveitado indo além de matérias superficiais e mostrando os dois lados.

Na reportagem que foi ao ar na ultima quinta-feira dia 05 de fevereiro, o jornal da Globo e seu espaço reservado para assuntos digitais chamada de Conecte nos apresentou (bom pelo menos eu estava acordado) uma reportagem que tinha como intuito de mostrar a Informática como Ferramenta na Educação.

A reportagem mostrou casos de alunos de escolas públicas que já fazem uso de computadores em sala de aula para outras aulas além de informática, uma escola (rica) particular que cada aluno tem um notebook para estudar, conversou com alunos sobre o que eles achavam daquela maneira de estudar, falou sobre blogues ajudando no aprendizado, e pais que acompanhavam os seu filhos nessa “janela” para o mundo, que é a internet.

Exatamente, Janela (windows para quem ainda não entendeu o trocadilho) na reportagem, que foi até legal, mas novamente não foi falado nada a respeito de software livre, mesmo,eles, tendo várias oportunidades tais como as frases que incluiam programas grátis no meio ou  usar livremente o programa (computador) em qualquer lugar que esteja.

Mas não é de agora, dando uma vasculhada no espaço da coluna conecte não vi nada sobre software livre ou Linux e já que querem, e não da para falar de informática mostrando apenas computadores com aquela famigerada tela do Windows.

No plano educacional principalmente no que diz respeito aos pequeninos poderiam ter falado da interface que foi originalmente criada no OLPC (que não falaram nada respeito até hoje) chamada Sugar.
O Sugar pode ser instalado no Fedora 10 e apresenta a o usuário um gerenciador de interface gráfica (gerenciador de janelas) voltado para educação com vário programas educativos muito bons prontos para a criançada usar, brincar e aprender se divertindo e o melhor que o não só o programa (software) é grátis mas o sistema no qual ele roda também  é,não sendo assim necessario ter um sistema proprietário instalado no computador, para sitar apenas um exemplo.

Espero que em reportagens futuras a Globo possa dar mais importância ao software livre.

Existem vários temas que poderiam ser abordados:

  • programas pagos x programas free – quais as alternativas
  • Linux x Windows
  • Firefox – porque não? Afinal eles noticiaram o lançamento do chrome.
  • OpenOffice como alternativa a o Ms Office
  • Casos de sucesso – empresas que fazem uso de software livre
  • profissionais de TI – como anda o mercado de trabalho com a crise mundial (acho que essa seria boa)

Como vimos há várias opções.
Mesmo assim é valida a iniciativa, eu como amante de informática gosto de sempre ver qual é a visão dos outros sobre o assunto Informática.

Link da matéria com video da reportagem  aqui

Biblioteca Digital desenvolvida com Software Livre.


Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que
está prestes a ser desativada por falta de acessos.

Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:

· Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ;
· escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis Ou a Divina Comédia;
· ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA
· e muito mais….

Esse lugar existe!

O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso,basta acessar o site:

http://www.dominiopublico.gov.br/

Só de literatura portuguesa são 732 obras!

Então vamos lá vamos acessar e com numero maior de acessos a biblioteca
pode até aumentar o seu numero de obras.

Vamos divulgar!!!