AptonCd, instale programas offline no Ubuntu. Várias Screeshots. Parte Final.


 

Edit1: Para instalar o AptonCd basta usar o comando $sudo apt-get install aptoncd e esperar o término do processo.

Agora que baixamos o Ubuntu 9.10,  instalamos em um pendrive e instalamos todos os programas que queríamos via “apt-get” vamos ao que interessa, colocar esses programas no Ubuntu que esta instalado em casa (no seu computador) e por causa da falta de internet você ficou sem poder ver os seus vídeos e ouvir as suas MP3’s favoritas.

Mãos a Obra. Leia mais deste post

É sempre bom ganhar um presente.


0821_215321

Como eu disse no post passado eu ganhei um exemplar do Livro – Linux, Entendo o Sitema”  autor “Carlos E. Morimoto” do site  Guia do Hardware.

Devo agradecer mais uma vez a @julianasardinha

e o Dicas Blogger por este presente e deixar o meu relato de inveja aos que ganharam as camisetas, porque o de melhor texto era uma missão impossivel dado o alto nível dos concorrentes. Parabéns a todos também, porque todos ganham com o Dicas Blogguer.

Fotos do livro. Fotos tiradas em um A1200 e fonte de luz duvidosa, ehh pobreza.

0821_214858

0821_214826

Hi, I’m Linux.


Hi, I’m a Mac. Hi I’m a PC. A maioria dos comerciais virais, e vídeo-paródias que são encontrados no youtube começam com essas frases, são vídeos engraçados bem elaborados e que mostram a guerrinha friazinha entre Steve Jobs e Bill Gates, mas no youtube podemos encontrar ótimas surpresas. Foi o que aconteceu com esses vídeos que eu achei por acaso depois de levantar algumas bandeiras no youtube por causa de Sistemas operacionais.
Primeiro com os da Novell que me fizeram dar risada, com a premissa que o seu Linux esta pronto.
Os da IBM parecem ser mais antigos mas são bem futuristas, (parecem feitos em Mac’s) são agradáveis de se ver e um que não sei quem fez mas mostra Pinguins, quer bicho mais bonitinho que Pinguim? Eu sei o Tux é meio tosco mas eu me refiro ao bicho mesmo vivo in nature.

Quem esta certo e errado a respeito de qual sistema operacional é o melhor?
A resposta é todos estão certos, pelo menos é o que acreditam. O sistema operacional que você usa é o melhor para você porque atende às suas necessidades e ponto final (menos o Vista, esse não é bom nem para o Bill Gates).
Por isso quando eu falo do Linux para alguém não digo: -Use que é melhor. Digo: -Use.
Agora se você estiver confortável com o seu  S.O. fazer o que né ninguem é perfeito.

Vejam os Vídeos.

Comercial da IBM.

Pinguins Voando.

Vários sistemas operacionais e o mesmo fim.


Até bem pouco tempo atrás as pessoas normais achavam que o computador era o windows e vice-e-versa, alguns pensavam até que o internet explorer era o único jeito de navegar na internet, uma vez que explicar o que era browser seria uma tarefa épica.
Hoje os tempos são outros, embora ainda existam esses analfabetos digitais hoje já dispomos de mais opções de sistemas operacionais, não que não existissem antes, mas agora estão na moda.

Agora, independente de qual sistema operacional você use as finalidades são as mesmas ou bem parecidas, é claro que cada um tem seu ponto forte e fraco, mas todos são usados para navegar na internet, ver vídeos (pornográficos) educativos, editar textos e jogar alguns um pouco, pois ninguém é de ferro. Mas você sabe como as pessoas usam os sistemas instalados em seus Micros?
De uma olhadinha no gráfico abaixo e tire suas próprias conclusões.

(via ForeverGeek)

operating-system-usability-for-porn

Google Chrome Os , O Sistema operacional para Netbooks.


098-chromeA (empresa) Google (que dispensa apresentações) entra de verdade na briga dos sistemas operacionais, e não é com o Android, o novo sistema se chama Google Chrome OS (isso vai ser interessante).
Seu alvo inicial será os netbooks que estarão no mercado na segundo semestre de 2010. O prazo se explica porque segundo a empresa estão procurando por parceiros e entrando em contato com a comunidade open source para discutir, compartilhar ideias e mostrar as suas de como um sistema operacional feito para o usuário final deve ser.
O Google Chrome OS rodara nas plataformas x86 e ARM e será baseado no Linux. Velocidade, simplicidade e segurança são as chaves para o Google Chrome OS que sera construído para em questão de segundos dar boot e já esta conectado a internet.

Ao que tudo indica, o Google Chrome OS será um sistema operacional web(computação de Nuvem), ou pelo menos misto, pois segundo a própria Google ele será projetado para pessoas que gastam a maior parte do seu tempo navegando na Web, esperem integração total com o produtos Google (gmail, gtalk, google docs, picasa, google reader e etc) em forma de Gadgets no desktop.

Nós ouvimos o usuários e a mensagem é clara – computadores precisam melhorar. As pessoas querem acessar os seus email instantaneamente, não querem ficar esperando o navegador carregar ou o computador dar boot. Eles querem que seus computadores não percam performance ao longo do tempo. Eles querem que seus dados sejam acessíveis onde quer que eles estejam e não se preocupar em fazer back-ups ou de perder o seu computador. Há coisas mais importantes do que ficar horas configurando o sistema por causa de uma nova peça de hardware ou ficar baixando atualizações de softwares. Trecho tirado do blogue do Google.

**Digno de Nota. Alfinetada da (empresa) Google. O google chrome – o brownser – foi desenvolvido para pessoas que gostam e gastam muito tempo navegando na internet, mas roda em sistemas operacionais que foram idealizado em uma era que ainda não havia Internet (pelo menos não para todos). O que exatamente ela quis dizer? O futuro vai nos responder. Ficarei aguardando, muito curioso por sinal, pois a Google não entra para perder e nesse caso esta entrando de sola na canela.
Será que por causa do Google Chrome OS, o Windows 7, será um fracasso em netbooks? Será que dessa vez o Google vai mesmo dominar o mundo? Somente  o tempo dirá.

Link para a matéria completa, em inglês.

Colocando o OpenDns para funcionar. Linux e Windows.


Se você tem o Speedy da telefônica já deve ter tido, ao tentar entrar em um link ou ter digitado um endereço de site, um erro de que não foi possível encontrar a página, com um logo da telefônica e tudo mais, parecida com essa do Link, é porque meu caro internauta esta usando os serviços de Dns da Telefônica o qual é dos piores que eu já vi.

Hulk smash.

Hulk smash.

Mas como para tudo existe remédio, menos para a morte por enquanto,  e existe algo que você pode fazer. Mudar de provedor é lógico. Mas se não dá vou te mostrar como melhorar a sua experiência na Web. Vamos lá.

No Linux (Red Hat, Fedora e semelhantes):

O Arquivo encarregado de conter as configurações de DNS do Linux é o /etc/resolv.conf, este arquivo é gerado automaticamente via DHCP ou Networkmanager que por sua vez é enviado pela telefônica então ele vai conter o dns deles óbiviamente. dãhhh.

Para contornar o caso e na inicialização do computador já trocar de Dns faça o seguinte:

Logue-se como root em um terminal e abra o arquivo /etc/rc.local.

#gedit /etc/rc.local  -> aqui usamos o gedit por ser mais fácil para o iniciante mas pode ser qualquer editor que quiser (vi, nano, emacs e etc).

O próximo passo será editar o arquivo, coloque no final do arquivo as duas linhas de comandos.

echo nameserver 208.67.222.222 > /etc/resolv.conf

echo nameserver 208.67.220.220 >> /etc/resolv.conf

Salve e feche o arquivo. Agora quando toda vez que reiniciar o PC ele vai automaticamente mudar a configuração do arquivo /etc/resolv.conf, caso não queira reiniciar o PC para usufruir da nova configuração basta digitar o seguinte comando em um terminal, claro que logado como root.

#/etc/rc.local

Pronto o seu novo Dns esta configurado. Para voltar à configuração anterior basta apagar as duas linhas do arquivo /etc/rc.local e pronto tudo vai voltar ao normal – como se não conseguir navegar fosse normal.

**O arquivo /etc/rc.local é um arquivo que é iniciado depois de todos os outros é mais ou menos parecido com o iniciar do windows por isso foi feita a configuração nele ele é praticamente executado por último na sequência garantindo assim a configuração.

No windows também da para usar o Opendns para isso basta entrar nas configurações de rede -> clicar com o botão direito no ícone referente a sua conexão -> escolha protocolo TCP/IP e clique no botão propriedades.

Você vai encontrar tudo no automático, no referente ao endereço IP não precisa mudar nada, na parte de baixo referente ao  Servidor de DNS escolha a opção – Usar os seguintes endereços de servidor DNS. Nos campos que vão clarear você pode preencher com os IP’s do Projeto OpenDns e sair. Pronto esta configurado no Windows.

Clique na imagem para aumentar o tamanho.

Leia também:

Dia dos namorados, Twitter e O grupo dos Cinco