Moblin no pendrive parte 2, Linux mode.


Continuando o post passado no qual eu mostrei como colocar o Moblin 2.0 Beta (deve funcionar também com a versão final quando sair) em um pendrive via Windows agora vou explicar como fazer o mesmo procedimento no Linux, a diferença básica é: No windows praticamente você só usou o mouse e no Linux você vai usar mais o teclado pois vamos entra na linha de comando, um mundo assustador onde só os mais fortes sobrevivem, tá bom não é tão difícil assim, acho que é até mais fácil e rápido, uma vez que vai usar somente comandos nativos (quase) do próprio sistema.

Arregasse as mangas e vamos lá.

Essa parte é para você meu caro leitor descobrir o nome do seu dispositivo caso saiba por favo vá para a próxima parte.**Nota o simbolo “#” (jogo da velha) indica que esta logado como root, mas claro que você já sabia disso.

#more /proc/partitions
deve aparecer algo semelhante a isso:

8 0 156250000 sda
8 1 48163 sda1
8 2 135227137 sda2
8 3 1 sda3
8 4 1052257 sda4
8 5 19920568 sda5
Coloque o pendrive e faça o mesmo comando:
A saida vai mudar um pouco acrecentando mais linhas.
Essas linhas são referentes ao seu pendrive.
EX:

8 0 156250000 sda
8 1 48163 sda1
8 2 135227137 sda2
8 3 1 sda3
8 4 1052257 sda4
8 5 19920568 sda5
8 16 7839744 sdb
8 17 7838628 sdb1 – esse é o meu pendrive (mas pode ser o seu também)

Agora que você já sabe qual dispositivo é o seu pendrive vamos ao que interessa.

Passando o Moblin para o pendrive.
Abra um shell (tela preta do capeta para alguns) vá até a pasta que esta o arquivo .img, assim encurta o comando dificultando eventuais erros, e digite o comando tudo isso como root.

#dd bs=4096 if=nomedo_arquivo_.img of=o_seu_dispositivo_usb (ex: /dev/sdb1)

Alerta** Tenha certeza que o dispositivo usb é o correto para não gravar o Moblin em uma partição errada,pois isso pode danificar os seus arquivos.

Tem um jeito com menos passos (tá bom vai, um jeito mais fácil).

Baixe esse script em python *Clique com o botão direito do mouse e depois em “salvar link como”.

De permisão de execução para ele:
#chmod a+x nome_DO_script

 O legal desse script é, que com ele não da para errar ele vai reconhecer automaticamente o seu pendrive e copiar os arquivos para ele, basta fazer da seguinte forma.
Uma obeservação, coloque o script no mesmo diretório em que o Moblin esta, assim facilita as coisas.
Agora digite:

#./image-writer Nome_arq_Moblin.img
Pronto um pendrive pronto e esperando para ser bootado no seu netbook.

Veja a primeira parte desse tutorial aqui.
Assuntos relacionados:

 Fedora 10 no pendrive.
Ubuntu 9.04 Atualizado by Hamacker

Moblin 2.0

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: