1,5 milhões de usuários usando Insigne Linux, será?


Ninguém duvida que o programa do governo “Computador para Todos” tornou acessível computadores de baixa qualidade a preços populares, que ficavam mais baratos ainda porque vinham instalados de fábrica com algum sistema GNU/Linux free e de código aberto e totalmente sem suporte por parte do vendedor, alguns (a maioria) vinha até
com CD de drives do Windows e em alguns casos os vendedores já davam o cartão de algum técnico que cobrava cinquentinha para instalar o Windows piratão.
Mas voltando ao título deste post, no link, da revisa Linux Magazine tem uma matéria interessante sobre a Insigne Linux, uma das pioneiras no mercado do PC Popular.
É um grande mérito vender 1,5 milhão de computadores com Linux inside, mas quantos realmente estarão funcionando hoje com o Insigne. Minha intenção não é criticar, minha intenção seria levantar alguns pontos.
Antes de tudo fui no site para baixar a imagem do sistema que esta na versão 5 Momentum, mas não consegui, o link no qual está hospedado esta (ou é?) muito lento então eu desisti, se alguém tiver outros links que esteja acima dos 15 kbps me avise. Naveguei um pouco pelo site, que tem um faq explicando como se conectar via internet discada, mudar senha, criar usuário etc. Enfim algumas coisas básicas para os marinheiros de primeira viagem, mas nada de muito abrangente, o sistema aparentemente é bem fácil de configurar essas coisas, só fiquei em dúvida a respeito das atualizações, em uma empresa geralmente
(sempre) tem banda larga, mas e para o usuário que esta começando agora e que normalmente não tem condições de ter banda larga? Achei que eles teriam um fórum para os usuários para poder interagir com os usuários, mas pelo que percebi o foco deles é divulgação e suporte (pago). Então pesquisei para ver se
existiam fóruns a respeito eu achei um não oficial http://insignelinux.forumvila.com/, mas o tópico mais acessado era como instalar o Windows já tendo o Linux instalado, pelo menos não era “Como desinstalar o Linux?”, mas mesmo assim era um fórum com 50 cadastros, o Projeto Fedora ao qual eu sou participante (não tão ativo) tem mais de 3000 inscritos fora o Fedora.org.br, aliás se digitar sem o .br no final você acessa uma pagina com um olho macabro e assustador se mexendo aleatoriamente, parece ser de um sistema privado que não tem nada a ver com sistema Linux, RedHat ou fedora foi o que eu consegui
traduzir, mas que é macabro a isso é.

Pelo que li o Insigne Linux deve ser o GNU/Linux mais vendido (pré instalado em computadores já de fabrica) mas pode não ser o mais usado aqui no Brasil pelos motivos já citados, posso supor que, por não ter achado muit informação facilmente (olha que é dificil eu nã achar algo no google), e o fato de que as
pessoas estão comprando porque o PC esta barato eu cehego a conclusão que não estão usando o sistema que vem de fábrica e trocando até mesmo por uma
copia pirata do Windows, coisa que desaprovo. O Insigne pelo que vi e li até agora é uma distro robusta, usável com uma visibilidade enorme graças ao governo mas para mim ainda falta mais gente usando, e é isso que eu acho.
Este post não foi para julgar se a distro é boa, tem bons aplicativos e coisa e tal, pois como eu já citei não consegui baixar a imagem para testar, e sem isso não posso entra no mérito de bendizer ou maldizer, se eu comprasse um computador com Insigne Linux eu trocaria de sistema, porque eu estou mais acostumado com outro sabor de Linux, o Fedora, viu até no mundo Open Source é assim, usa-se o sistema que tem mais domínio ou o que mais gosta.
Para acabar, pois ficou mais longo do que eu queria se alguém souber em qual GNU/Linux o Insigne Linux é baseada comenta ai, se não souber comenta também.

Quando eu tiver testado eu posto o que eu achei da distro, que pelas imagens é mais bem vista no mundo
corporativo que tem banda larga e o escambal, do que nos desktops dos compradores de primeira viagem de PCs populares.

Terminando de verdade agora venderam sim 1,5 milhões de PCs com o Insigne Linux, mas quantos estão com o mesmo instalado ainda?

Comente a vontade.

3 Responses to 1,5 milhões de usuários usando Insigne Linux, será?

  1. The One disse:

    O Insigne 5.0 Momentum é de base DEBIAN e eu estou postando aqui
    com um modem SM56 Motorola, net discada, sem precisar fazer nenhum processo complicado para configura-lo (foi mais fácil configurar que no Windows! Só mandei reconhecer e discar!), algo
    muito impressionante para um Linux. Já vi posts variados na internet deste modem dando uma surra, mesmo em usuários já “sambados” no Linux. Ponto pra ele!

  2. darkbex disse:

    E ai blz?
    Eu não disse que o Insigne era ruim e também não era essa a intensão.
    O que eu questionei foi se todos os 1,5 milhões de PC vendidos o O Isigne intalados de fábrica continuavam mesmo com o mesmo instalado ou o usuario mandava instalar outro sistema no lugar (que mesmo não gostando é na maioria das vezes o Windows pirata).
    Esse seu modem voce já comprou com ele instalado e com o Momentum? Se sim esta explicado, eles devem pre configurar o sistema para o hardware com o qual eles trabalham mais.
    Também uso o linux no dia a dia, Fedora 10 no momento, e não acho esse bicho de sete cabeças não, inclusive acho mais fácil hoje em dia mexer com o linux do que com o Windows.

    Obrigado pelo seu comentario

  3. nale disse:

    Eu gosto do Insigne linux pena que não to conseguindo atualisar ,mas ta funcionando net,e gosto do windows tambem estou bem familharisada com os dois sistemas,pretendo instalar outra distro linux para conhecer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: